Dicas para manter o seu gato seguro neste Halloween

O Halloween é a noite dos “doces ou travessuras… e problemas para os gatos. As guloseimas, acessório e enfeites são alguns dos perigos nesta época.

Este artigo é para o ajudar a que esta noite divertida não se torne em um filme de terror para si e para o seu gato.

Cuidado com os gatos pretos

Os gatos pretos são um dos símbolos mais marcantes do Halloween.

Durante séculos os gatos pretos tiveram uma conotação muito má. Na Idade Média eram vistos como companheiros maléficos de bruxas. As superstições persistem e ainda hoje algumas pessoas associam gatos pretos a azar.

Se tem um gato preto mantenha-o dentro de casa, é mais seguro!

Decorações de Halloween

Se optar por decorar a sua casa com velas, mantenha o seu gato debaixo de olho. O mais óbvio é evitar que se queime, mas se derrubar a vela acesa pode causar um acidente. Pense em trocar as velas convencionais por velas de LED, que têm uma chama artificial.

Evite a utilização de decoração que se possa partir e provocar cortes nas patinhas, e de pontas afiadas, bem como de objetos que possam ser ingeridos.

Evite a colocação de objetos que fiquem a balouçar, pois os gatos sentem-se irresistivelmente atraídos pelo movimento.

Chocolate

Uma das guloseimas mais oferecida às crianças no Halloween são chocolates. O chocolate é tóxico para os gatos, embora seja mais grave nos cães. A sua ingestão pode causar desde vómitos e diarreias, a arritmias cardíacas letais.

O chocolate é feito dos frutos da planta de cacau, que contêm um alcalóide, a teobromina, o componente tóxico do chocolate. Quanto mais puro for o chocolate maior toxicidade terá!

Se suspeitar que o seu gato comeu chocolate contacte o médico veterinário ou o Centro de Informação Antivenenos – 800 250 250.

Embalagens das guloseimas

Não temos de nos preocupar apenas com a ingestão das guloseimas, as embalagens também podem ser um problema. Se engolidas podem ficar presas na garganta ou no trato intestinal do gato, exigindo uma cirurgia para os remover.

Gatos perdidos

Na noite de Halloween a porta e portões são abertos várias vezes. Num segundo, o seu gato pode sair e perder-se. Esteja atento e considere mantê-lo numa divisão da casa que não dê acesso à rua.

Relembramos, mais uma vez, a importância do gato ter microchip e estar registado no SIAC. A sua leitura permite identificar e localizar de forma rápida e eficiente os proprietários. Pode também colocar uma coleira ou medalha com o seu contacto.

Partilhar
EnglishFrenchPortugueseSpanish