Angorá Turco

O Angorá Turco é uma das raças naturais de gato mais bonita, considerado por muitos como o gato de pelo comprido original.

A raça surgiu na região de Ancara, na Turquia. Ancara, antigamente chamada de Angora, é conhecida como lar de vários tipos de animais de pelagem comprida, sedosa e delicada, como cabras e coelhos, cujo pelo era usado para fazer roupa. Nos dias de hoje, os gatos Angorá Turcos continuam a vaguear pelas aldeias e regiões interiores da Turquia, praticamente inalterados ao longo dos séculos.

O Angorá Turco teve quase extinto, sendo reconhecido como uma raça oficial na Europa por volta do século XVII. Historicamente, na Europa chamou-se de Angorá a todos os gatos de pelo comprido e branco até bem dentro do século XIX.

No início do século XX, o Jardim Zoológico de Ancara implementou um programa de reprodução para proteger e preservar os gatos Angorás de pelo branco puro. O Zoológico valoriza os Angorás de olhos ímpares, porém os gatos foram escolhidos apenas pela sua cor (branco), não foi utilizado nenhum outro critério.

A raça Angorá Turco foi reconhecida pela Fédération Internationale Féline (FIFe) em 1960, o seu estalão foi revisto pela última vez em 2019. Pode ler AQUI o estalão atual.

O Angorá Turco foi levado para o Canadá em 1963, tendo sido aceite como raça pela Cat Fanciers’ Association (CAF) em 1973. No entanto, até 1978 apenas os Angorás brancos eram reconhecidos. Hoje a raça já é aceite em muitas cores e padrões.

Segundo a lenda, Maomé possuía uma gata Angorá que adorava. Um dia a gata adormeceu sobre a sua túnica e para não a incomodar preferiu cortar a manga. Se a lenda fosse correta, o gato de Angorá teria mais de 1.400 anos.

Muito inteligente, pode ser um gato muito tenaz e decidido para alcançar o que deseja. Estabelece um estreito laço afetivo com toda a família, mas em especial com um dos seus membros, que segue por toda a casa. A sua voz é suave e alguns mantêm longas conversas com o dono.

O Angorá Turco é esbelto e comprido. Muito bem proporcionado em todos os aspectos, gracioso e ágil dando a impressão de graça e de movimento fluente. As fêmeas são de tamanho médio, sendo os machos ligeiramente maiores. Pesa entra 2,5 kg a 5 kg. Pode parecer um gato maior devido à sua pelagem espessa.

Possui pelo longo, fino, sedoso, sem subpelo interno lanoso. Semilongo sobre o corpo, mais curto no lombo e focinho, comprido na juba, sob a barriga e na cauda, com tendência para ondular na parte inferior. A pelagem desenvolve-se completamente até aos 2 anos de idade e alcança a sua plenitude aos 4 anos de idade. O pelo no verão é mais curto que no inverno.

A cauda é longa, larga na base, afilada, com pelo longo que lhe confere um aspeto de pluma. Em movimento, portada invertida sobre o lombo, a ponta deve quase tocar a cabeça.

Em relação à cor da pelagem é permitido todas as variedades de cores, incluíndo todas as cores com branco; exceto colourpoint, chocolate, lilás, canela e fulvo. É permitida qualquer quantidade de branco, isto é, medalhão branco, peito branco, branco na barriga, branco nas patas, etc.

Os olhos são de tamanho médio a grande, de forma amendoada e ligeiramente oblíquos. Todas as cores são permitidas. A cor dos olhos acompanham a pelagem, sendo o âmbar ou cobre o mais comum. Nos exemplares brancos podem ser azuis, cobre ou um olho cobre e outro azul (díspares).

Partilhar